DA REDAÇÃO: Entenda como é feita a formação dos preços da soja em cada região

Publicado em 28/09/2011 16:55 e atualizado em 10/03/2020 17:28 9119 exibições
Cotações: Saiba como os preços praticados na sua região são formados e entenda as contas que são feitas para se chegar ao valor do grão no mercado interno.
O analista comercial de grãos da Cotrijal, Luís Cláudio Gomes, explica para os produtores como é feito o cálculo de preços para a soja nas cooperativas. Segundo ele, uma mesma base serve para calcular o valor final, mas que, de acordo com a região, pode apresentar algumas variações. Logística e outras condições especiais como proximidade da lavoura com indústrias são influenciadoras dessa diferença de preços entre as localidades.

Porém, de um modo geral, a conta de formação de preços é simples e ainda serve de ferramenta para que os produtores não sejam enganados. Por isso, a Contrijal está levando essa informação ao agricultor, que as tem recebido de forma muito positiva.

Veja como funciona:
O preço da soja para exportação é a soma dos dois valores: cotação da oleaginosa na Bolsa de Chicago (CBOT) e do prêmio, que pode ser um valor positivo ou negativo. Um exemplo:
CBOT: US$13,50 por bushel
Prêmio: + 0,20 por bushel
Resultado: US$13,70 por bushel

Esse número (13,70) é convertido em toneladas, lembrando que cada bushel equivale a 27,216 Kgs. Assim, tem-se o valor US$503,41 por tonelada. Transformando para o câmbio brasileiro e supondo que o dólar valesse, nesse dia, R$1,60, obtêm-se o valor R$805,46.

Esse (R$805,46) seria o preço que o produtor receberia se realizasse a venda diretamente no porto, chamada de FOB Estivado pelo mercado.

Para calcular o quanto ele recebe vendendo na sua região, o cálculo continua. Do valor total R$805,46, são deduzidos o frete (R$ 60, no exemplo), despesas de porto (R$20) e outras despesas ($8).

Portanto, o preço final para venda nessa região hipotética seria de R$717,46 por tonelada, que, em sacas, ficaria R$43,04.

Clique aqui para ampliar!

Clique aqui para ampliar!
Clique aqui para ampliar!
Por:
Fernanda Cruz e Aleksander Horta
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • CESAR AUGUSTO SCHMITT Maringá - PR

    E como funciona o cartel das tradings e cooperativas? Eu sempre digo que quando a cotação cai em Chicago a noticia chega via internet ultra rápida, porém quando sobe vem de "jeguinho"...

    4