DA REDAÇÃO: Apesar do aumento da captação de leite em agosto, oferta segue diminuída; preços avançam

Publicado em 03/10/2011 11:27 e atualizado em 03/10/2011 17:52 339 exibições
Remuneração para o produtor sobe no pagamento setembro diante de oferta restrita em todo país. Preços devem seguir tendência de alta e previsão é de melhor remuneração em outubro, apesar dos custos elevados de produção.
No mês de agosto, o Índice de Captação de Leite do Cepea (ICAP-Leite) apresentou um aumento de 3,8% em comparação ao mês de julho. Mesmo assim, o índice ficou em um patamar 4,7% inferior ao observado no mesmo mês do ano passado.

Apesar do aumento de captação mensal, a oferta de leite segue diminuída devido, principalmente, ao período de entressafra na maior parte das regiões produtoras, ao tímido avanço da produção do sul do país em função das adversidades climáticas e aos altos custos de produção.

Com isso, o preço médio do leite ao produtor já aumentou 20%, em relação a setembro/10,já descontando a inflação do período. “mas, a gente tem que considerar que nos últimos 12 meses os custos de produção estão bem maiores em função do aumento do milho e do farelo de soja”, lembra. A média ponderada dos preços em sete estados pesquisados pelo Cepea apontou novo aumento de 12,5% em setembro relação ao pagamento de agosto.

Para o pagamento de outubro, referente à produção de setembro, mais de 50% dos agentes entrevistados pelo Cepea acreditam em estabilidade para os preços e quase 35% acreditam em queda para as cotações.

Por:
Ana Paula Pereira e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário