DA REDAÇÃO: Maior oferta derruba preços do leite, mas mercado ainda oferece rentabilidade para produtor

Publicado em 28/11/2011 11:04 e atualizado em 28/11/2011 11:38 269 exibições
Leite: Início da safra em importantes regiões produtoras puxa preços para baixo, mas custos de produção também tendem a cair e pagamentos são melhores que em 2010. Demanda aquecida dita tom altista para o setor.
O produtor de leite já observa o segundo mês de queda nos preços recebidos pelo UHT e queijos. Em novembro, a média por litro no Brasil é de R$0,82, quebra de 2,3% em relação a outubro, mas número ainda R$0,10 maior que o observado no mesmo período do ano passado. De acordo com o zootecnista e consultor da Scot Consultoria, Rafael Ribeiro, a baixa nos preços é reflexa do aumento na oferta com início da safra no centro-oeste e sudeste do País. 

Apesar dos preços mais baixos, mercado segue remunerador para o produtor cobrindo os custos de produção, que também tendem a cair com a chegada das chuvas e a melhora nas condições de pastagens.

A demanda interna deve apresentar redução devido ao início do período de férias escolares e festas de final de ano e a oferta deve permanecer aquecida até fevereiro, nesta temporada o mercado deve seguir em baixa.

Em 2011 o grande volume de leite e produtos lácteos que entrou no mercado só não prejudicou os preços por que a oferta interna foi ajustada e a demanda aumentou. “Os produtos importados entram mais barato no mercado e prejudicam a demanda, refletindo nos preços para o produtor brasileiro”, explica Ribeiro.

Segundo o analista, a demanda pelo produto brasileiro segue crescente e a expectativa é que continue assim em 2012 influenciada pelo aumento na renda dos brasileiros. “O produtor também deve estar mais preparado para este consumo no próximo ano, investindo em pastagens e melhorando sua estrutura”.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário