Mercado do feijão segue firme e com possibilidade de novas correções positivas com produtor regulando entrada da oferta

Publicado em 06/08/2019 12:34 e atualizado em 06/08/2019 14:54
764 exibições
Planejamento para a próxima safra já está começando e a diversificação deve ganhar força com o fechamento de contratos antecipados , principalmente com feijões para exportação
Marcelo Eduardo Lüders - Presidente do IBRAFE

Podcast

Entrevista com Marcelo Eduardo Lüders - Presidente do IBRAFE sobre o Mercado do Feijão

Download

LOGO nalogo

No mercado do feijão, o cenário é de referências firmes com a possibilidade de aumento nos preços com o produtor rural regulando a entrada da oferta. No entanto, os agricultores já estão se planejando para a próxima safra que deve ter mais variedades diversificadas e negociações em contratos antecipados.

Segundo o Presidente do Instituto Brasileiro do Feijão e dos Pulses (IBRAFE), Marcelo Eduardo Lüders, a colheita do feijão está concentrada neste mês e houve uma antecipação dos trabalhos de campo. “Os produtores entendendo o mercado buscaram antecipar parte da produção e a pressão nos preços não ficou tão grande no mês de agosto”, comenta.

Outro fato importante é que os produtores rurais estão se informando sobre as negociações através dos aplicativos de conversas. “Isso dá uma maior tranqüilidade ao produtor que não tem o preço no nível que gostaria, mas ao saber que em outras localidades que os valores aumentaram consegue negociar melhor a saca”, afirma.

Com relação à rastreabilidade, a liderança alerta que é uma exigência para vegetais e frutas a partir de agosto. “Os supermercados pressionam cada vez mais os empacotadores para ter uma rastreabilidade no mercado interno como no externo”, ressalta.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário