Consumo de ovos recua na segunda quinzena de março e preços caem a níveis inferiores aos registrados em março do ano passado

Publicado em 23/03/2015 13:01 e atualizado em 25/10/2017 14:32
161 exibições
Consumo de ovos recua na segunda quinzena de março e preços caem a níveis inferiores aos registrados em março do ano passado

O ritmo de vendas continua lento no mercado de ovos, que tem refletido em uma queda nos preços do ovo branco e vermelho. Nem mesmo a Quaresma tem contribuído para aquecer a demanda.

"O período da quaresma é um dos períodos mais importantes para a venda de ovo, pois ele é muito usado como matéria prima para muitos produtos típicos dessa época", explica Camila Ortelan, pesquisadora do CEPEA.

O ovo vermelho foi cotado a R$ 68,14/caixa com 30 dúzias em Bastos (SP), na última sexta-feira (20), registrando baixa de 7% em relação à média registrada em igual período do ano passado. Para o ovo branco, a desvalorização foi de 10,7% na comparação anual, com a média passando para R$ 81,64/cx também em Bastos.

"A referência que nos temos é 2014, mas o ano passado foi atípico - houve muita mortalidade de galinhas, problemas sanitários - e os preços se elevaram bastante neste período", explica Ortelan.

Em relação a rentabilidade, os preços praticados ainda são confortáveis ao produtor, haja vista que os insumos tem subido de preço mas não houveram altas significativas até o momento.

A expectativa é que a demanda cresce no início do próximo mês, mas segundo Ortelan, não há espaço para altas significativas.

 

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário