Exportação de carne suína do MS salta 107% em volume de janeiro a maio de 2021

Publicado em 29/06/2021 14:16 e atualizado em 29/06/2021 15:48 601 exibições
Fernanda Oliveira - Analista Técnica da Famasul
Volume exportado nos primeiros cinco meses do ano, 7,5 mil toneladas, é recorde para o Estado

Podcast

Entrevista com Fernanda Oliveira - Analista Técnica da Famasul sobre o Mercado de Suínos no MS

Download

LOGO nalogo

A suinocultura sul-matogrossense registrou recorde de exportação de janeiro a maio deste ano, de acordo com a analista técnica da Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul), Fernanda Oliveira. Ao todo, foram 7,5 mil toneladas da proteína exportadas, um aumento de 107% no comparativo com o mesmo período de 2020. Em matéria de faturamento, o salto foi de 131%, alcançando US$ 13,3 milhões.

Segundo Fernanda, os principais mercados atendidos pelo Estado são Singapura e Hong Kong, e ela pontua que o avanço nas exportações se deu por causa de casos de Peste Suína Africana que atingiram novamente a Ásia neste início de ano.

A expectativa, de acordo com a analista, é que em breve o Estado seja reconhecido como área livre de febre aftosa sem vacinação e amplie as parcerias comerciais com países que exijam este status sanitário, como Japão, Coréia do Sul e Indonésia, por exemplo. 

"O Mato Grosso do Sul mais do que dobrou a produção suína na última década. Temos muita gente investindo na suinocultura aqui devido à disponibilidade de grãos para alimentação dos animais, clima favorável, incentivos fiscais, além de linhas de financiamento específicas para a atividade", disse. 

 

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário