Feijão carioca parou de subir, será que agora cai?

Publicado em 02/09/2016 14:27 e atualizado em 02/09/2016 15:46
1350 exibições
Após concentração de oferta em agosto, volume de feijão carioca a ser colhido em setembro deve ficar ajustado ou até abaixo da demanda

Após a concentrada de oferta que ocorreu em agosto, estagnando a subida de preço do feijão carioca, os produtores seguem cautelosos com relação ao mercado neste mês.

Mas, apesar da estabilidade nas cotações, o analista da Correpar, Marcelo Lüders, que [a depender da demanda] os negócios com o carioca devem permanecer firmes em setembro.

Com os problemas climáticos ao longo das safras, a relação oferta e demanda se mantém ajustada, mesmo diante dos reflexos da economia sob o consumo interno. Por isso, para Lüders, "há mais possibilidade do feijão ficar em R$ 400,0/sc do que voltar R$ 350,00/sc neste mês."

O analista lembra que o volume total a ser colhido nas próximas semanas não deve ser suficiente para puxar o mercado para baixo. No Mato Grosso, por exemplo, as chuvas intensas poderão atrapalhar a colheita e a qualidade do feijão no estado.

Além disso, a conclusão do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, já traz uma atmosfera mais positiva em relação a recuperação da economia e consequentemente no poder de compra da população.

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário