Produtores reduzem área destinada ao trigo na região de Cornélio Procópio (PR)

Publicado em 14/07/2017 12:45 e atualizado em 14/07/2017 14:31
555 exibições
Custos de produção elevados e preços mais baixos desestimulam investimentos na cultura. Saca é cotada próxima de R$ 35,00 na localidade. Lavouras semeadas em abril estão em fase de floração. Agricultores também já realizam o planejamento da próxima safra de verão. Investimentos serão feitos na cultura da soja.
Confira entrevista com Sandra Regina Macke Miani Licorini - Produtora Rural

Podcast

Confira entrevista com Sandra Regina Macke Miani Licorini - Produtora Rural

Download

 

Sandra Regina Macke Miani Licorini, produtora rural da região de Cornélio Procópio (PR), informa que já realizou o plantio do trigo em sua propriedade. Agora, a lavoura está em uma fase de floração, passando por um período de seca.

Logo, as chuvas serão importantes para o momento de formação dos grãos. Há outras lavouras na região que também estão necessitando de novas precipitações.

Neste ano, Licorini plantou apenas 10 alqueires (24,2 hectares) de trigo por conta do risco dos preços baixos e da comercialização.

Os preços giram em torno de R$35 na região para a saca de 60kg. O trigo não remunera os produtores, como ela destaca, sendo plantado neste momento apenas por falta de opção.

Algumas áreas já trabalham com canola e com cevada e aveia para a cobertura. Para Licorini, falta uma política que auxilie a comercialização do trigo no país.

Por: Fernanda Custódio e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário