Após 3 dias de geadas, Guarapuava/PR deve ter perdas no trigo e na cevada, em especial nas plantadas mais cedo

Publicado em 08/07/2019 11:11 e atualizado em 08/07/2019 15:27
1569 exibições
Estudo para quantificar os prejuízos vai acontecer ao longo desta semana, mas perdas devem ser inevitáveis. Como plantio aconteceu mais tarde, o cenário deve ser melhor do que poderia ser.
Rodolpho Botelho - Presidente do Sindicato Rural de Guarapuava/PR

Podcast

Entrevista com Rodolpho Botelho - Presidente do Sindicato Rural de Guarapuava/PR sobre as Geadas no Paraná

Download

LOGO nalogo

A região de Guarapuava no Paraná passou por três dias com incidência de geadas e temperaturas de até -4 graus.  As áreas cultivas com trigo e cevada no município também foram atingidas e podem apresentar perdas de produtividade.

Segundo Rodolpho Botelho, presidente do Sindicato Rural de Guarapuava/PR, somente na semana que vem será possível saber com certeza o tamanho da área atingida e o nível de prejuízo, mas já se sabe que o estrago será menor do que o que poderia ter sido.

Isso porque o plantio desta safra aconteceu de maneira mais tardia, após as temperaturas do inverno estarem mais amenas do que o normal, e isso eleva o número de plantas ainda em estágios mais iniciais, que conseguem se recuperar melhor após a geada.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Guarapuava/PR no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário