HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Colheita da Noz Pecan avança e Brasil terá maior produção da história em 2021

Publicado em 17/05/2021 10:34 741 exibições
Carlos Eduardo Scheibe - Diretor de Relações Públicas do IBPEcan
Bienalidade da cultura e condições climáticas favoráveis elevaram a produção de 2.700 tonaledas do ano passado para 4.500 neste ciclo, recorde anteiror era de 4 mil toneladas em 2019

Podcast

Acompanhamento da Safra da Noz PecanColheita da Noz Pecan avança e Brasil terá maior produção da história em 2021

Download

LOGO nalogo

A colheita da noz pecan começou em abril e vai se estender até junho/julho com perspectiva de registrar a maior safra da história do Brasil. A projeção é de uma produção total de 4.500 toneladas contra 2.700 do ano passado e 4 mil do recorde anterior em 2019.

Segundo o relações públicas do IBPEcan (Instituto Brasileiro de Pecanicultura), Carlos Eduardo Scheibe, a bienalidade natural da cultura e as condições climáticas favoráveis foram as responsáveis por este crescimento, além do incremento de novos pomares comerciais.

Nozes Pecan 16:9

A liderança destaca que o Brasil registra um média de 1 mil novos hectares cultivados por ano, o que sustenta o crescimento da cultura no país, que hoje já é o quarto maior produtor mundial da noz pecan.

Outro fator que está sustentando este crescimento é o aumento na tecnificação com novas fábricas de máquinas para colheita e o surgimento de novas agroindústrias para fazer o beneficiamento das nozes e a descasca delas.

A cultura segue sendo bastante cara, um hectare custa em média R$ 15.000,00 para ser implementado, por isso é fundamental o planejamento antes de iniciar na atividade. Para auxiliar neste sentido, a Embrapa desenvolveu o Zoneamento Edafoclimático da Nogueira-pecã para a Região Sul do Brasil para apontar quais regiões do país são mais receptivas aos pomares.

Colheita Noz Pecan

Confira a entrevista completa com o relações públicas do IBPEcan no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário