Pagamento dos prêmios de prepo de milho para 2014 estão atrasados em MT e até o momento pouco mais de 10% foram pagos

Publicado em 14/05/2015 14:03
Pagamento dos prêmios de prepo de milho para 2014 estão atrasados em MT e até o momento pouco mais de 10% foram pagos
O pagamento do prêmio equalizador pago ao produtor, (Pepro), para 2014 está atrasado no Mato Grosso. O produtor que contava com esse dinheiro para fazer rodar a atividade, sofre com a demora da análise.
 
De acordo com a CONAB, Companhia Nacional de Abastecimento, 2.235 é a quantidade de processos referentes ao prêmio do ano passado, e 225 milhões de reais é a quantia a ser paga aos produtores. Hoje, são apenas quatro analistas para aprovar o prêmio no estado do Mato Grosso. Diante desse número, somente 420 contratos foram pagos, por volta de 10% do total. 
 
Para Frederico Azevedo, da comissão de política da APROSOJA de Mato Grosso, a demora causa desestímulo ao produtor rural. “Entre a data das vendas - do arremate do leilão, até a data que esse dinheiro chega à ponta, o tempo é grande. Para termos uma ideia, o primeiro leilão do ano passado aconteceu dia 20 de agosto, já estamos em maio de 2015, pouco mais de oito meses e ainda não houve pagamento”. 
 
Diante desse cenário, a expectativa dos produtores é que com a contratação de mais analistas concursados, haja uma aceleração no processo de análise. “No Pepro de 2013 para o estado do Mato Grosso, alguns produtores só conseguiram receber em dezembro de 2014. Um atraso de um ano e meio”, conta Azevedo.
 
Paralelamente, segundo o Ministério da Agricultura, os recursos para o Pepro já foram previstos no orçamento do governo desde o ano passado, portanto o problema não é de restrição de recursos, apenas de atraso para o pagamento do prêmio.

 

Tags:
Por:
Aleksander Horta//Nandra Bites

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário