Chuvas ainda beneficiam desenvolvimento das lavouras de milho safrinha na região de Cerejeiras (RO)

Publicado em 15/05/2015 10:56
Chuvas ainda beneficiam desenvolvimento das lavouras de milho safrinha na região de Cerejeiras (RO). Mesmo com redução na tecnologia empregada, perspectiva é de uma safra cheia. Produtividade média deve ficar ao redor de 75 scs/ha. Preços da saca do grão recuaram e preocupação é com a estocagem do produto, pois faltam armazéns na localidade.

As chuvas constantes na região de Cerejeiras (RO) têm favorecido o desenvolvimento das lavouras de milho safrinha. Como parte da produção foi semeada mais tarde, as precipitações contribuem para a consolidação da safra. E, mesmo com a redução nos investimentos em tecnologia, a perspectiva é de uma produção cheia.

O presidente do Sindicato Rural do município, Jair Roberto Gollo, destaca que, alguns produtores deverão colher entre 140 sacas até 150 sacas por hectare, porém, a média deverá ficar próxima de 75 sacas de milho por hectare. “Apesar desse cenário, na região de Vilhena, as chuvas já são uma preocupação dos agricultores e pode ocasionar perdas na qualidade dos grãos”, ressalta.

Outra apreensão dos produtores é em relação à recente queda nos preços. Atualmente, a saca é cotada entre R$ 15,00 a R$ 15,50 em Cerejeiras e os negócios caminham de forma mais lenta. “O milho é um produto que dá pouco lucro na nossa região, uma vez que estamos longe dos grandes centros consumidores”, afirma o presidente.

Paralelamente, a falta de armazéns na localidade também é uma preocupação dos agricultores. “Até daria para utilizar o silo bolsa para amenizar o problema, mas não temos essa tradição. Alguns produtores que adotaram o silo relatam que está funcionando bem”, completa Gollo.

Custos da próxima safra

A recente valorização do dólar tem impactado nos preços dos insumos, adubos e defensivos. “Com isso, muitos agricultores estão procurando as revendas para fazer troca direta, que apesar de ser um pouco mais caro acaba dando mais segurança aos negócios”, acredita o presidente. 

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário