Publicidade

Em Toledo (PR), produtores iniciam a colheita da safrinha de milho e perdas podem superar os 20%

Publicado em 05/07/2016 11:31 1081 exibições
Rendimento médio está próximo de 90 a 100 scs/ha, contra as 115 a 120 scs/ha registradas na safra passada. Produtores ainda acompanham as previsões climáticas, especialmente em relação aos ventos fortes. Preços já recuaram e saca é cotada ao redor de R$ 33,50 na localidade. Agricultores fizeram negociações antecipadas, com valores entre R$ 26,00 a R$ 29,00/sc.

Os produtores de Toledo (PR) iniciaram a colheita do milho safrinha que poderá registrar quebra de 15% a 20% nesta temporada.

Mesmo as lavouras cultivadas em janeiro, que deveriam ter expressado um potencial produtivo superior, têm ficado abaixo da média do ano passado.

Segundo o presidente do sindicato rural, Nelson Paludo, as primeiras áreas colhidas estão registrando rendimento médio de 90 sacas por hectare, contra 120 sc/ha na temporada anterior.

"Sabemos que quanto mais atrasa o plantio, a produção diminui. Nas lavouras de fevereiro começaremos a colheita a partir da semana que vem e com certeza haverá um recuo em relação às primeiras áreas", acrescenta Paludo.

Além disso, os produtores estão acelerando os trabalhos de campo de olho no clima. Segundo as previsões climáticas indicam que o município poderá receber chuvas a partir desta quarta-feira (05).

Publicidade

"Mas a maior preocupação não é com as precipitações, mas sim com os ventos que podem tombar o milho, prejudicando a colheita", explica o presidente.

Preços

Com o avanço da colheita os preços começaram a recuar em todo o país. Na região a saca saiu de R$ 42,00 para R$ 33,50/sc nesta semana, "retraindo as intenções de vendas".

Por outro lado, muitos produtores realizaram contratos antecipados entre R$ 25,00 a R$ 28,00/sc como moeda de troca para os insumos.

Segundo Paludo os produtores que ainda tem o milho para vendem, deve se manter retraídos neste momento na expectativa dos novos comportamentos de preço.

Por:
Fernanda Custódio e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário