Sorriso/MT tem boa expectativa para safrinha de milho e dificuldades para vender produção de soja

Publicado em 04/04/2019 11:18 e atualizado em 04/04/2019 11:54
473 exibições
Clima está ajudando e produtividades da safrinha de milho devem ser boas no município. Enquanto isso, produtores enfrentam dificuldades para vender a soja que já foi colhida com preços baixos e poucas negociações.
Luimar Gemi - Diretor do Sindicato dos Produtores Rurais Sorriso/MT

Podcast

Entrevista com Luimar Gemi sobre o Acompanhamento de Safra do Milho Safrinha

Download

LOGO nalogo

O plantio da safrinha de milho foi realizado todo dentro da melhor janela de cultivo em Sorriso no Mato Grosso. Com isso, e com o clima que vem sendo favorável para a cultura, a expectativa dos produtores é alta para a produtividade do cereal.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Sorriso/MT, Luimar Gemi, destaca que uma boa produtividade nessa segunda safra é essencial para o produtor obter uma boa rentabilidade e conseguir equilibrar melhor as contas após a safra de soja.

“O produtor fez o plantio dentro da melhor janela e vem conduzindo suas lavoras da melhor forma possível. No momento, tendo uma boa produtividade, os preços são compensadores e os produtores vão fazendo os travamentos de vendas para garantir seus custos. O preço não é o melhor, mas tendo uma boa produtividade é possível fazer a liquidação das suas pendências”, diz Gemi.

Essa necessidade vem após o município colher entre 8 e 10% menos soja do que a safra passada, uma vez que o clima apresentou dificuldades com dias muito nublados e depois falta de chuva prolongada.

As negociações da soja, que já foi totalmente colhida na região, também não estão animadoras com poucas oportunidades de vendas no momento e os produtores aguardando preços melhores, já que os atuais não permitem uma boa remuneração.

“As negociações estão bastante paradas, para não dizer que não acontecem. O agricultor espera uma reação do mercado e temos bastante soja estocada nos armazéns. O produtor precisa ter um pouco de paciência e tolerância que a poeira vai abaixar. Não devemos querer antecipar as coisas quando não é possível, então é o momento de analisar e aguardar o melhor momento de fazer a sua definição”, pontua o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Sorriso.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário