Após queda de 30% na soja, produtores de Cascavel/PR aguardam alta produtividade para o milho safrinha

Publicado em 17/04/2019 11:14 e atualizado em 17/04/2019 14:28
350 exibições
Colheita deve acontecer entre 20 de maio e 10 de junho e produtores se preocupam com mercado que apresenta poucos contratos até o momento. Queda de 30% na safra de soja deixou produtividade média próxima de 46 sacas por hectare.
Modesto Félix Daga - Diretor do Sindicato Rural de Cascavel

Podcast

Entrevista com Modesto Félix Daga - Diretor do Sindicato Rural de Cascavel sobre o Acompanhamento de Safra do Milho Safrinha

Download

LOGO nalogo

A safra 2018/19 de soja de Cascavel no Paraná não foi muito satisfatória para os produtores, que sofreram com intempéries climáticas durante o ciclo da lavoura e registraram queda de 30% na produtividade, que ficou próxima das 46 sacas por hectare.

Agora, a expectativa é de que uma boa produtividade no milho safrinha auxilie no fechamento das contas, uma vez que os trabalhos de semeadura aconteceram dentro da melhor janela para a região e as lavouras estão se desenvolvendo de maneira satisfatória.

De acordo com Modesto Félix Daga, diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR, o que preocupa os produtores agora é o mercado para a venda tanto do milho quanto da soja. O cereal apresenta poucos contratos realizados até o memento e deve enfrentar desvalorização dos preços, uma vez que a produção brasileira deve ser alta nesta safrinha.

Confira a íntegra da entrevista com o diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário