Chapadão do Sul/MS espera aumento de 20% na produtividade do milho safrinha com relação ao ano passado

Publicado em 27/05/2019 14:29
354 exibições
Produtores almejam colher 100 sacas por hectare, contra média entre 80 e 85 registrada em 2018. Atual cenário do mercado para o cereal anima os agricultores com preços maiores do que os esperados.
Lauri DalBosco - Presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul/MS

Podcast

Acompanhamento de Safra do Milho - Lauri DalBosco - Presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul/MS

Download

LOGO nalogo

A colheita do milho safrinha está prestes a começar em Chapadão do Sul no Mato Grosso do Sul. Os trabalhos devem se iniciar entre os dias 5 e 7 de junho e trazer uma produtividade média de 100 sacas por hectare, um aumento de cerca de 20% com relação ao ano passado, quando a média ficou entre 80 e 85 sacas.

Segundo Lauri dalBosco, presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul/MS, após um período sem chuvas entre março e abril, as precipitações retornaram com bons índices na região e alavancou o potencial produtivo do cereal nesta safra.

Outro fator que anima os agricultores é o atual cenário de mercado. Apesar das expectativas iniciais apontarem que os preços estariam no patamar de R$ 20,00, o milho está sendo negociado entre 26 e 27 reais, um nível que, de acordo com dalBosco, ajuda o produtor a ficar em uma situação mais tranquila.

“Ainda não dá para ter um lucro, mas impede que as contas fiquem no vermelho. Não vai ter o susto que se esperava”, afirma Lauri.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul/MS no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário