Com grãos ardidos, alguns produtores de Diamantino/MT podem colher menos milho do que venderam antecipadamente

Publicado em 17/07/2019 11:34 e atualizado em 17/07/2019 12:18
1585 exibições
Excesso de chuvas, principalmente no início do desenvolvimento das lavouras, atuou para deixar cerca de 12% dos grãos ardidos. Como 80% da produção já estava negociada, alguns produtores podem colher menos do que se comprometeram à entregar.
Altemar Kroling - Delegado Aprosoja MT

Podcast

Entrevista com Altemar Kroling - Delegado Aprosoja MT sobre o Acompanhamento de Safra do Milho

Download

LOGO nalogo

Durante o desenvolvimento do milho safrinha os produtores de Diamantino no Mato Grosso tinham altas expectativas de produtividade, aguardando médias maiores do que 100 sacas por hectare. Porém, o excesso de chuvas nas lavouras trouxe prejuízos com avarias e grãos ardidos.

Segundo Altemar Kroling, delegado da Aprosoja MT em Diamantino, cerca de 80% da produção de milho safrinha já estava comercializada antecipadamente e agora, com aproximadamente 12% de grãos avariados, alguns produtores correm o risco de não colherem quantidades suficientes para honrarem todos os compromissos assumidos.

A queda na produtividade média também deve causar impacto na renda dos agricultores para esta safrinha, reduzindo a margem de lucro.

Essa descapitalização pode trazer impactos inclusive para a próxima safra de soja 2019/20, uma vez que os custos de produção seguem aumentando e os produtores tendem a investir menos em tecnologia, deixando a expectativa de produção reduzida também para o grão.

Confira a entrevista completa com o delegado da Aprosoja MT em Diamantino no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário