Produtores de São João/PR obtêm boa produtividade no milho safrinha, mas se preocupam com prejuízos no trigo e feijão

Publicado em 30/07/2019 11:12 1149 exibições
Arceny Bocalon - Pres. Sind. Rural de São João - PR
Colheita do milho deve durar mais 15 ou 20 dias e produtividades até o momento estão entre 75 e 90 sacas por hectare. Geadas impactaram as lavouras de trigo e chuvas devem trazer problemas para o feijão

Podcast

Entrevista com Arceny Bocalon - Pres. Sind. Rural de São João - PR sobre o Acompanhamento de Safra do Milho

Download

LOGO nalogo

Os produtores de São João no Paraná estão realizando a colheita dos 4.400 hectares cultivados com milho safrinha. Com os trabalhos devendo se encerrar entre 15 e 20 dias, as produtividades até o momento estão entre 75 e 90 sacas por hectare.

Segundo Arceny Bocalon, presidente do Sindicato Rural de São João/PR, os preços atuais de R$ 30,00 por saca garantem um bom desempenho do produtor nesta safrinha.

Porém, este bom desempenho não repete para outras culturas da região como o trigo e o feijão. De acordo com Bocalon, as geadas do início de julho foram mais fortes do que as dos últimos anos e impactaram os 12 mil hectares plantados com trigo, causando perdas de 100% em 15% da área.

Já para o feijão, foram as chuvas fortes do mês de abril que impactaram no desenvolvimento das vagens e derrubaram a produção e a qualidade dos grãos, impossibilitando que os custos de produção fossem cobertos.

Pensado na próxima safra de soja 2019/20, a maior parte dos insumos já foi adquirida e a expectativa é de um plantio mais tardio, após a colheita do trigo em setembro, e uma boa produtividade com aumento de área cultivada, crescendo sobre o milho primeira safra.

Leite

O patamar de vendas do leite na região sempre foi satisfatório, mas as novas normativas para a cultura derrubaram os preços para R$ 1,20, o que apenas garante o cobrimento dos custos, uma vez que os investimentos foram altos e os custos das rações seguem altos, na esteira do milho e da soja.

Frango

São abatidas 150 mil aves por dia no município que são exportadas para 40 países e consideradas a melhor carne de frango do estado. O produtor no momento recebe em média de R$ 0,85 por frango o que estimula o aumento do investimento no setor e a criação de novos aviários modernos.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de São João/PR no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário