Colheita do milho safrinha chega perto do final em Tapurah/MT e produtividade é 10% menor do que ano passado

Publicado em 01/08/2019 11:10 695 exibições
Silvésio de Oliveira - Produtor Rural
Adversidades climática atuaram para reduzir volume produzido no município, mas bons preços de venda e oportunidades no mercado interno e para exportação garantiram lucro para a maior parte dos produtores.

Podcast

Entrevista com Silvésio de Oliveira - Produtor Rural sobre o Acompanhamento de Safra do Milho

Download

LOGO nalogo

Até o momento, 95% da área cultivada com milho safrinha já foi colhida em Tapurah no Mato Grosso, e o restante deve ser finalizado nos próximos 3 ou 4 dias, com a colheita adiantada após o adiantamento da safra de soja com a chegada das chuvas.

Segundo o produtor rural Silvésio de Oliveira, as adversidades climáticas prejudicaram o desenvolvimento das lavouras e a produtividade média do milho safrinha ficou 10% menor do que a registrada no ano passado.

Porém, os bons preços de venda e as grandes oportunidades de negociação com a demanda interna aquecida devido às usinas de etanol de milho no Mato Grosso e o aumento das exportações, ajudaram os produtores obterem lucro mesmo com o melhor volume colhido.

Já para a próxima safra de soja 2019/20 a maior parte dos insumos já foi adquirida e cerca de 30% do adubo já foi entregue nas propriedades do município. A ideia dos produtores da região é iniciar o plantio da soja logo após o término do vazio sanitário, no dia 16 de setembro, e se intensificar a partir de outubro.

De acordo com Oliveira, o custo de produção crescente deixa o produtor obrigado a obter bons índices de produtividade para obter lucro na safra, mas a incerteza sobre o mercado prevalece, com a saca de soja valendo menos do que US$ 9,00.

Confira a íntegra da entrevista com o produtor rural de Tapurah/MT no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário