Cascavel/PR já perdeu 30% da produtividade esperada para o milho safrinha

Publicado em 05/05/2020 11:47 2109 exibições
Modesto Félix Daga - Diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR
Situação pode ficar ainda pior caso as chuvas previstas para esta semana não aconteçam de maneira generalizada. Expectativa é de que produtores consigam cumprir contratos já firmados, mas Sindicato recomenda que não se busque novas vendas

Podcast

Cascavel/PR já perdeu 30% da produtividade esperada para o milho safrinha

Download

LOGO nalogo

A situação da segunda safra de milho em Cascavel no Paraná está bastante complicada devido à falta de chuvas que castiga a região. Segundo o diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR, Modesto Félix Daga, esta é a pior estiagem na região desde a década de 80 e já afeta não só o cereal, mas o nível dos rios e pastagens.

A liderança comenta que a expectativa inicial era que a safrinha tivesse média de produtividade entre 120 e 130 sacas por hectare para a colheita que deve começar em 15 de junho, mas já são registradas perdas consolidadas de, no mínimo, 30%.

Caso se confirme, a chuva prevista para esta semana será bem-vinda e pode ajudar na recuperação de algumas áreas, mas uma parte das lavouras não tem mais reversão, uma vez que até mesmo a polinização foi abortada pela seca.

Diante disso, a recomendação de Daga é que o produtor não busque novas vendas e aguarde momentos durante a colheita para se ter mais certeza do quando será produzido. Já para os contratos que estão firmados, a maioria deles foi de menos da metade da produção esperada, então não devem correr risco de não entrega.

Confira a entrevista completa com o diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário