Deral aponta quebra na safra de milho no PR, mas preços 50% maiores do que 2019 devem garantir maior valor bruto da história

Publicado em 11/05/2020 15:52 3156 exibições
Edmar Gervásio - Analista de Milho do Deral
Estiagem segue influenciando as lavouras do estado e áreas em condições ruins podem aumentar caso as chuvas permaneçam escassas

LOGO nalogo

A estiagem segue atuando contra as lavouras de milho da segunda safra de milho no Paraná. O último boletim semanal divulgado pelo Deral apontou que 61% das áreas do estado estavam em boas condições, contra 33% em médias e 6% com condições ruins.

Segundo o analista de milho do Deral, Edmar Gervásio, a falta de chuvas no estado é uma das piores já registradas e as perdas de produção e produtividade já estão presentes nesta safra, podendo ficar ainda piores caso as precipitações, que poderiam recuperar as lavouras em médias condições, não apareçam.

Por outro lado, Gervásio aponta que os preços do milho no Paraná estão 50% maiores do que o mesmo período do ano passado e o valor bruto deve ser o maior da história, o que pode compensar as perdas na produção desta safra.

Confira a íntegra da entrevista com o analista de milho do Deral no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Pedro A Philippsen nova santa rosa - PR

    Qual a região do Estado que o milho está em boas condições?

    1
    • Geovani Salvetti Ubiratã - PR

      Aqui em Ubiratã (PR) são quase 2 meses sem chuva, e ontem e e hoje só deu um sereno que não apagou nem a poeira... e a partir de amanhã marca tempo firme..., situação muito complicada, principalmente para o milho safrinha...

      0