HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Cascavel/PR já perdeu 35% do milho devido à seca e geadas

Publicado em 01/06/2021 10:10 e atualizado em 01/06/2021 18:19 1663 exibições
Dilvo Grolli - Diretor Presidente da Coopavel
Quebra de produtividade pode ficar ainda maior caso haja novas ocorrências de geadas ao longo de junho. Por outro lado, preço do milho segue muito elevado e valorização de 180% entre junho de 2019 e junho de 2021 garante rentabilidade ao produtor, mas impacta restante da cadeia de frango, suínos e leite

Podcast

Cascavel/PR já perdeu 35% do milho devido à seca e geadas

Download

LOGO nalogo

Desde que foram plantadas as lavouras da safrinha de milho, Cascavel no Paraná recebeu apenas metade das chuvas consideradas normais para a região. Para se ter uma ideia, entre 15 de março e 31 de maio foram apenas 15 mm acumulados de precipitações.

Segundo o diretor presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, o desenvolvimento das lavouras foi severamente prejudicado pela falta de chuvas que já tirou 30% da produtividade esperada. Além disso, a ocorrência de geadas tirou mais 5% da expectativa que era de colher entre 100 e 120 sacas por hectare.

milho_safrinha_cascavel_seca_perda_2021

Como as colheitas vão começar apenas no mês de julho, essas perdas podem ficar ainda maiores caso ocorram novas geadas ao longo de junho.

Apesar dessas perdas, a liderança destaca que a valorização do cereal foi capaz de compensar a quebra de produção e o aumento dos custos para ainda garantir rentabilidade ao produtor. Nas contas de Grolli, a saca de milho hoje vale R$ 84,00 entregue a Cooperativa, 180% a mais do que o registrado em junho de 2019.

milho_safrinha_cascavel_seca_perda_2021

Confira a íntegra da entrevista com o diretor presidente da Coopavel no vídeo.

                                      milho_safrinha_cascavel_seca_perda_2021

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário