Crédito rural vai acabar para os grandes agricultores e aumentar para os pequenos e médios

Publicado em 01/04/2019 13:13 e atualizado em 01/04/2019 13:58
7072 exibições
Para Janio Zeferino da Silva, especialista em crédito rural, as mudanças serão positivas
Janio Zeferino da Silva - Diretor da Agro Easy Consultoria

Podcast

Entrevista com Janio Zeferino da Silva - Diretor da Agro Easy Consultoria sobre o Crédito Rural

Download

Informações desencontradas sobre o volume de crédito "controlado" à disposiçáo da agricultura tem deixado preocupados alguns representantes do Agro, notadamente os que mantêm relação com os pequenos agricultores (cooperativas, por exemplo). Segundo essas informações, o Governo Bolsonaro, através de seu ministro da Economia, Paulo Guedes, estaria determinado a diminuir, ou até mesmo encerrar, o fornecimento de crédito subsidiado para a agricutura.

O Notícias Agrícolas procurou o diretor da AgroEasy, Janio Zeferino da Silva, especialista em crédito rural, com atuação em Brasília focada em crédito. E é dele a garantia que as notícias são falsas, e que haverá, sim, mudanças no direcionamento do crédito, mas para melhor, segundo sua avaliação.

O montante de recursos controlados (por volta de R$ 200 bilhões) será mantido preferencialmente para os pequenos e médios produtores. Já os grandes produtores serão orientados a buscarem esses recursos em bancos particulares, diz Janio Zeferino.

Outra modificação será entre os agentes financeiros, ficando o Banco do Brasil e cooperativas de crédito como os principais repassadores desse recurso.

Outra notícia importante será a ampliação do volume destinado ao seguro agricola, que deverá passar de R$ 400 milhões para R$ 1 bilhão.

Por fim, o analista em crédito recomenda aos agricultores procurarem seus contadores para atualizarem seus limites de crédito no sentido de obterem ao máximo os recursos controlados (taxas médias de 7,5%) "mas que seráo disponibilizados de acordo com suas reais possibilidades declaradas em suas planilhas de crédito", finaliza Janio Zeferino.

Fonte: NA

1 comentário

  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    "Outra modificação será entre os agentes financeiros, ficando o Banco do Brasil e cooperativas de crédito como os principais repassadores desse recurso."

    qual a mudança nesse caso? isso ja é assim, BB e Caixa tem do dominio sobre a maior parte dessas linhas de credito.

    6