Soja: Com umidade suficiente, produtores iniciam plantio da nova safra em Guaíra (PR)

Publicado em 10/09/2018 10:48 e atualizado em 11/09/2018 16:15
2512 exibições
Vazio sanitário da soja terminou nesta segunda-feira (10) no Paraná. Agricultores seguem atentos ao comportamento do clima, já que nos próximos dias não há indicativos de chuvas. Custos estão mais altos nesta temporada, diante da alta do dólar e do tabelamento do frete. Saca da soja é cotada ao redor de R$ 80,00, mas negócios seguem lentos.
Silvanir Rosset - Presidente do Sindicato Rural de Guaíra/PR

Podcast

Entrevista com Silvanir Rosset - Presidente do Sindicato Rural de Guaíra/PR sobre o Plantio da soja

Download

LOGO nalogo

No município de Guaíra (PR), os produtores rurais já deram inicio ao plantio da soja da safra 2018/19, sendo que o vazio sanitário da oleaginosa termina nesta segunda-feira (10) no estado. Até o momento, a umidade no solo é suficiente para realizar a semeadura da cultura.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural da localidade, Silvanir Rosset, os agricultores estavam apenas esperando pelo o fim do vazio sanitário para já dar inicio aos trabalhos de campo. “As primeiras áreas cultivadas na nossa região costumam ser mais favorecidas. Nós temos muito umidade no solo e apresenta condições idéias para o plantio”, afirma.

A preocupação dos agricultores é com as condições climáticas, tendo em vista que a temperatura pode comprometer o desenvolvimento da cultura. “Nas duas últimas semanas, nós tivemos baixa temperatura que deixou o solo frio e a semente de soja deve demorar a germinar. Porém, temperatura foi muito intensa ontem”, comenta.

Confira as imagens enviadas pelo Silvanir Rosset

Plantio da soja no Paraná

Plantio da soja no Paraná

Plantio da soja no Paraná

Plantio da soja no Paraná

Na localidade, os produtores rurais não tiveram problemas na entrega dos fertilizantes. “As cooperativas fizeram vendas antecipadas após a greve dos caminhoneiros, por isso não houve atrasos e ninguém reclamou de falta de entrega dos insumos”, ressalta.

As referências para a soja giram ao redor de R$ 79,00 a R$ 80,00 a saca, mas o ritmo da comercialização é lento na região. Em relação aos custos de produção, a liderança destaca que nesta temporada os preços aumentaram devido às questões cambiais. “Para quem antecipou as compras e conseguir fechar contratos futuros com as cotações atuais terá os custos bem reduzido”, diz.

Por: Fernanda Custódio e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário