Goiás deve produzir até 20% menos de soja e produtor vê contas apertadas para esta safra

Publicado em 07/02/2019 11:01 e atualizado em 07/02/2019 14:02
436 exibições
Com cerca de 15% do total da área de soja já colhida, levantamento da Aprosoja/GO aponta queda de 2 milhões de toneladas e prejuízos na casa dos R$ 2,173 bilhões. Por outro lado, expectativa inicial para milho safrinha é boa no estado.
Adriano Antônio Barzotto - Presidente da Aprosoja GO

Podcast

Entrevista com Adriano Antônio Barzotto - Presidente da Aprosoja GO sobre o Acompanhamento Safra de Soja

Download

LOGO nalogo

Após enfrentar veranicos em dezembro e janeiro e sofrer com a falta de chuvas e as temperaturas elevadas, o estado de Goiás deve registrar uma diminuição de até 20% na produção de soja para essa safra 2018/19. Pelo menos é o que vem se apresentado nos 15% de área já colhida no estado até o momento.

“Estimamos perdas de 17 a 20%, o que vai acarretar em perdas para o estado de alguma coisa em torno de R$ 2 bilhões, o que é extremamente danoso para a economia do estado de Goiás, já que as perdas são generalizadas em todos os municípios. Ainda não falamos em inadimplência, o produtor vai conseguir fazer o suficiente para pagar as suas contas, apenas a margem de lucro é que está sendo comprometida e vai impactar no mercado local”, conta Adriano Antônio Barzotto, presidente da Aprosoja Goiás.

Apesar desse cenário negativo para a soja, as expectativas dos produtores estão altas para a safrinha de milho, que já começa a ser implementada no estado. “O produtor precisa finalizar o seu processo de colheita e fazer muito bem feito o processo de plantio da segunda safra dentro da janela ideal. O plantio está ocorrendo de maneira satisfatória, essas chuvas do final de semana são bastante benéfico para a cultura do milho. Sabemos que no mês de abril e maio devemos ter problemas de chuva então o produtor precisa fazer o plantio dentro da melhor janela que é o mês de fevereiro”, explica Barzotto.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por Guilherme Dorigatti
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário