Mesmo com queda de 10% na produtividade da soja, produtores de Campos de Júlio/MT devem fechar as contas

Publicado em 06/03/2019 10:48 e atualizado em 06/03/2019 15:39
510 exibições
Restando apenas 5% para ser colhido no município, produtores vendem parte da produção para fechar os custos e seguram o restante aguardando evolução nos preços. Milho safrinha já se encaminha para término do plantio e aguarda boas chuvas em março.
Tiago Daniel Comiran - Produtor Rural de Campos de Júlio - MT

Podcast

Entrevista com Tiago Daniel Comiran - Produtor Rural de Campos de Júlio - MT sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja em Campos de Júlio no Mato Grosso já avançou para 95% do total da área plantada. Até o momento, os produtores estão registrando produtividades média na casa das 52 sacas por hectare, uma queda de 10% com relação à última safra.

Mesmo assim, a maioria dos agricultores não deve ter dificuldades para fechar as contas nesta safra 2018/19. “A quebra nunca é boa, mas se a média ficar em torno dos 55 sacos para alguns é uma conta muito boa e para outras já fica mais apertada nesses patamares de soja dos últimos dias. É uma conta que está apertada e vai depender de cada manejo, mas deve estar empatando”, diz Tiago Daniel Comiran, produtor rural de Campos de Júlio/MT.

Nesse cenário, a expectativa para uma boa safrinha de milho cresce entre os agricultores, que já plantaram 90% do total da área de milho e agora esperam boas chuvas durante março, um mês chave para o bom desenvolvimento da lavoura.

“Como a colheita um pouco mais cedo, os plantios do milho também acompanharam essa sequência e estão bastante adiantadas do que anos anteriores. Nós temos o mês de março como divisor de águas aqui no município e é primordial que se tenha boas chuvas agora em março para que o enchimento de grão seja favorável”, comenta Comiran.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Ricardo Boeira Alvorada - TO

    Por favor, me ajudem a entender, se com quebra de 10% eles devem pagar as dívidas... trabalhar pra que ?

    0