Ponta Grossa/PR se encaminha para o final da colheita de soja com queda de 10/15% na produtividade

Publicado em 02/04/2019 10:28 e atualizado em 02/04/2019 10:58
494 exibições
Restando apenas 20% da área para ser colhida, produtores do município atingem média de 50 sacas por hectare e devem apenas empatar a rentabilidade com os custos de produção que foram muito altos nesta safra.
Gustavo Ribas Netto - Presidente do Sindicato Rural de Ponta Grossa/PR

Podcast

Entrevista com Gustavo Ribas Netto - Presidente do Sindicato Rural de Ponta Grossa/PR sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja em Ponta Grossa no Paraná se encaminha para a parte final, os 20% de área restantes devem ser colhidos ainda nos próximos 10 dias. Até o momento, as produtividades estão bastante variadas no município, que deve fechar a colheita entre 10 e 15% menor do que o atingido na safra passada, com a média próxima das 50 sacas por hectare.

“Quem fez o plantio no cedo teve uma perda grande em torno de 40/50%. Já quem fez o plantio na janela normal essa perda foi reduzindo até chegando próximo do ano passado. Nós temos uma produtividade de destaque na nossa região e acreditamos que vai caminhar em torno de 10 a 15% de perdas”, diz Gustavo Ribas Netto, presidente do Sindicato Rural de Ponta Grossa/PR.

Além dessa possível queda na produtividade, os agricultores de Ponta Grossa se preocupam com as possibilidades de negociações para essa safra e sobre a rentabilidade que vão conseguir atingir na relação custos de produção x preços de venda da soja.

“O produtor entrou nessa safra com custos muito caros, elevados pelo sucesso da safra anterior. Isso vem tirando a possibilidade de uma rentabilidade, que está muito próxima do custo. Talvez o produtor não tenha nada de rentabilidade, ou talvez muito pouco”, comenta Netto.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário