Colheita da soja avança para 60% no Piauí com produtividades 15% menores do que última safra

Publicado em 05/04/2019 10:53 e atualizado em 05/04/2019 15:09
836 exibições
Médias estão próximas das 50 sacas por hectare e produtores se preocupam com preços baixos para a venda da produção e alto custo para a implantação da próxima lavoura
Alzir Pimentel Aguiar Neto - Presidente da Aprosoja Piauí

Podcast

Entrevista com Alzir Pimentel Aguiar Neto - Presidente da Aprosoja Piauí sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja no Piauí já atingiu 60% do total da área cultivada apesar do clima não estar ajudando. As chuvas estão atrapalhando os trabalhos dos produtores que já ligaram o sinal amarelo para o atraso na colheita, que deve se estender até os próximos 20 ou 30 dias.

Após as primeiras lavouras colhidas terem sofrido bastante com as dificuldades climáticas do início da safra, as cultivares mais tardias responderam melhor e deixam a expectativa de produtividade na casa das 50 sacas por hectare, cerca de 15% menor do que a safra recorde do ano passado, mas ainda dentro de um patamar razoável, de acordo com Alzir Pimentel Aguiar Neto, presidente da Aprosoja Piauí.

Após passar a safra 2017/18 e o início dessa 2018/19 sem registrar nenhum caso de ferrugem asiática, o estado contabilizou 11 casos desde março, um problema que é bastante tímido e no teve impacto significativo na produção piauiense, conforme o presidente da Aprosoja.

A grande preocupação dos produtores no momento fica por conta dos preços para a venda da soja a falta de oportunidades para negociações. “Alguns grandes trades daqui não estão nem comercializando e o mercado está meio apático. Com todo o contexto global estamos enfrentando preços muito baixos e, infelizmente, o produtor vai ter que fechar alguma coisa ainda para pagar as contas”, conta Aguiar Neto.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário