Colheita da soja está perto do fim em Carazinho/RS e produtividade é 10% menor do que safra passada

Publicado em 12/04/2019 10:17 e atualizado em 12/04/2019 14:12
1132 exibições
Com produtividades variando de 40 à 80 sacas por hectare, média do município fica em 50. Produtores se preocupam com mercado que remunera pouco na venda e estão desanimados para implantar a próxima safra de trigo, que teve grande aumento nos custos.
Leomar Luis Tombini - Presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS

Podcast

Entrevista com Leomar Luis Tombini - Presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A região de Carazinho no Rio Grande do Sul já está encerrando sua colheita de soja. Os 5% devem ser finalizados nos próximos 2 ou 3 dias. Após sofrer com diversas intempéries climáticas, os produtores do município contabilizam produtividades muito variadas, que vão desde 40 sacas por hectare até 80 sacas.

Segundo Leomar Luís Tombini, presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS, a média de produtividade deve ficar na casa das 50 sacas por hectare, um patamar 10% menor do que o alcançado na safra passada 2017/18.

As atenções agora se viram para as movimentações de mercado que apresentam valores não muito remuneradores aos agricultores. De acordo com Tombini, quem produziu entre 40 e 50 sacas por hectare não vai conseguir obter rentabilidade, devido ao mercado travado e o aumento nos custos de produção.

Outra preocupação para os produtores de Carazinho é quanto a safra de trigo para a próxima cultura de inverno. Para o presidente do sindicato rural da cidade, o trigo até apresenta bons preços de venda, mas com o custo de produção na casa das 50 sacas por hectare e a perspectiva de produtividade girando em torno de 60, deixam uma margem muito apertada para o produtor.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário