Após romper nível técnico dos US$8,90/bushel em Chicago, soja dá continuidade ao movimento de baixa e perde mais 10 pontos

Publicado em 17/04/2019 16:52 e atualizado em 17/04/2019 20:21
2975 exibições
Ausência de compras chinesas, clima favorável ao plantio e fundos vendidos dão fôlego para novo movimento de baixa da soja em Chicago
Ginaldo de Sousa - Diretor da Labhoro Corretora

Podcast

Entrevista com Ginaldo de Sousa - Diretor da Labhoro Corretora sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Nesta quarta-feira (17), o mercado da soja deu continuidade ao movimento de baixa na Bolsa de Chicago (CBOT), com quedas de oito a nove pontos nos principais vencimentos.

Ginaldo de Sousa, diretor da Labhoro Corretora, destaca que a queda foi sequência da baixa de ontem - que, por sua vez, foi uma reversão da alta obtida na segunda-feira (15).

Isso ocorre porque o mercado continua pressionado pela ausência da presença da China, pelas questões climáticas norte-americanas e pela posição dos fundos, que estão extremamente vendidos. A falta de notícias fundamentais, como lembra Sousa, está pesando bastante no mercado.

Ele aponta que o movimento de ontem foi de patamar psicológico e deixa o mercado vulnerável a novas baixas, já que não há nenhum fator que seria capaz de reverter essa situação.

No Brasil, a indústria está pagando um preço melhor para a soja, que, por conta da alta do dólar, vem sendo negociada em torno de R$77 no porto. Mas este não é um preço que o produtor sai vendendo, de forma que a soja só sai de acordo com a necessidade.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário