Chuva atrapalha colheita da soja e Darcinópolis/TO tem queda de 10% na produtividade

Publicado em 02/05/2019 10:35 e atualizado em 02/05/2019 11:41
445 exibições
Região ainda tem cerca de 50% da produção para ser negociada com produtores esperando preços mais atrativos para fazer suas vendas. Planejamento da próxima safra começa com aumento no custo de produção percebido nos insumos.
Marcílio Fernandes Marangoni - Engenheiro Agrônomo de Darcinópolis - TO

Podcast

Entrevista com Marcílio Fernandes Marangoni - Engenheiro Agrônomo de Darcinópolis - TO sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja já se encerrou em Darcinópolis no Tocantins. Após sofrerem para realizar os trabalhos devido ao excesso de chuvas, os produtores locais registraram produtividades muito variadas, entre 40 e 55 sacas por hectare, o que na média, representou uma queda de 10% com relação à safra passada, de acordo com Marcílio Fernandes Marangoni, engenheiro agrônomo.

Marangoni destaca ainda que as vendas feitas de maneira antecipadas foram apenas na busca de cobrir os custos de produção mais urgentes, e que cerca de 50% do total produzido segue armazenado no aguardo de melhores preços para a venda.

Agora os produtores iniciam seus planejamentos para as próximas safras fazendo as cotações de sementes e insumos e já percebem um considerável aumento de custos para a implantação da safra 2019/20 de soja. “Principalmente adubo, químicos e sementes estão mais caros. Os custos de produção para a próxima safra já estão mais altos do que os dessa, que já foram altos”, diz o engenheiro agrônomo.

Milho

Cerca de 30% da área produtiva do municípios foi destinada para o plantio do milho safrinha, que ocorreu dentro de boas janelas para a região, no mês de fevereiro, e se beneficiou das chuvas de fevereiro e março. Com isso, as expectativas de produtividade estão altas até o momento.

Confira a íntegra da entrevista no vídeo

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário