Aporte de US$ 2,00/bushel prometido por Trump aos produtores de soja nos EUA pode estimular plantio que já tinha sido descartado

Publicado em 21/05/2019 17:12
3640 exibições
Prêmios da soja no Brasil seguem firmes na casa dos 100 pontos e promovem avanço de 10% na comercialização em comparação com o mês passado
Vitor Belasco - Analista de Grãos da Informa Economics FNP

Podcast

Entrevista com Vitor Belasco - Analista de Grãos da Informa Economics FNP sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (21), o mercado da soja teve uma queda em torno de 10 pontos nos principais vencimentos na Bolsa de Chicago (CBOT).

O dia começou com altas nos principais vencimentos em função do relatório de plantio do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que confirmou o atraso substancial no andamento da safra dos grãos nos Estados Unidos. Contudo, no meio da sessão, houve uma reviravolta: a possibilidade de um anúncio de subsídio de US$2/bushel a ser oferecido pelo Governo norte-americano aos produtores do país.

Segundo Vitor Belasco, analista de grãos da Informa Economics FNP, essa medida pode ajudar os produtores a plantarem soja no país. Mesmo com atraso, os produtores podem arriscar plantar fora da janela adequada de plantio que os preços lhe serão garantidos.

Belasco destaca que ainda há tempo de aumentar a área de soja nos Estados Unidos, já que os atrasos são mais determinantes para o milho. 400 mil hectares que não serão plantados com o cereal ainda podem migrar para a soja - ou seja, o país poderá ter uma produção robusta da oleaginosa.

O Brasil, entretanto, segue afetado pelas questões relacionadas à guerra comercial entre China e Estados Unidos.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Penso, como agricultor que sou, que, de última hora, não tem como mudar de cultura... só se a coisa já está planejada. Mudança de cultura significa troca de insumos, jogar fora os nitrogenados aplicados, achar a semente correta para a época. Principalmente em latitudes altas, onde, a cada semana, muda a variedade

    0
  • Beline Chaves Dourados - MS

    O que impede a China de elevar as tarifas sobre a soja bem acima dos 25%?

    1