Produtor de Cruz Alta/RS tem produtividade de 123,88 sacas por hectare na soja, o dobro da média nacional

Publicado em 25/06/2019 12:00 e atualizado em 25/06/2019 12:32
3074 exibições
Vencedor do Desafio Cesb, Maurício De Bortoli conta quais ações realizou para chegar neste patamar de produtividade e garante "para cada real que eu investi, obtive R$ 2,70 de retorno"
Maurício De Bortoli - Produtor Rural de Cruz Alta/RS

Podcast

Entrevista com Maurício De Bortoli - Produtor Rural de Cruz Alta/RS sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

Segundo os dados divulgados pela Conab (Companhia Brasileira de Abastecimento), a média de produtividade brasileira nesta safra 2018/19 de soja ficou em 53,4 sacas por hectare. Porém, um produtor de Cruz Alta do Rio Grande do Sul atingiu patamar de 123,88 sacas, o que lhe rendeu o primeiro lugar na 11ª Edição do Desafio Cesb de Máxima Produtividade de Soja.

De acordo com o produtor rural Maurício de Bortoli, esse alto nível de produtividade é fruto de muito planejamento, mas confessa que não esperava obter um número tão alto assim.  

“Foi um trabalho de muitos anos de estudo para gerar esse potencial tão expressivo, começamos a construir o nosso solo há oito safras. Eu esperava que a área poderia produzir acima de 100 sacas e a minha aposta como agrônomo era 110 sacas, o que já seria um número muito importante”, conta Bortoli. – de oito anos – esperava 100

As ações realizadas estão desde a preparação do solo, rotação de culturas, selecionamento das melhores sementes/cultivares e escolha da época ideal de plantio, passando pela aplicação correta dos produtos e defensivos, chegando até ao caibramento correto das máquinas que realizaram a colheita.

E se engana quem pensa que o investimento necessário para se obter tamanha produtividade inviabilizaria a replicação deste modelo. Bortoli garante que, com o planejamento correto, a mesma estratégia pode ser utilizada por outros produtores e gerar rentabilidade.

“O meu case é uma quebra de paradigma e altamente replicável. Qualquer produtor pode pegar a minha receita e transportar para a sua fazenda porque ele é factível. Para cada real que eu investi eu tive R$ 2,70 de retorno, o que é um retorno muito alto.”, finaliza.

Confira a entrevista completa com o produtor rural Maurício de Bortoli no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário