China x EUA: Acordo final vai ser difícil e demorará muito a acontecer, diz economista

Publicado em 30/07/2019 11:10
Roberto Dumas Damas - Economista e Professor do Insper
Mercado financeiro global e commodities seguem sofrendo pressão da guerra comercial ao lado da recessão na Argentina, crise na Turquia e do crescimento mais lento da União Europeia. Os mecanismos para estimular a economia mundial estão esgotados, como explica o professor Dumas Damas.

Podcast

Entrevista com Roberto Dumas Damas - Economista e Professor do Insper sobre o Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (30), o Notícias Agrícolas conversou com Roberto Dumas Damas, economista e professor do Insper, a respeito dos rumos que serão tomados pelo mercado após a retomada de conversas entre China e Estados Unidos.

Uma reunião com líderes de ambos os países está agendada em Xangai, na qual eles devem realizar uma nova rodada de negociações. Contudo, as expectativas para essa nova reunião são tímidas.

Isso, segundo Damas, se dá porque o problema começou como algo comercial, passou para a área de tecnologia e depois, para a segurança nacional. Sendo assim, chegar a um acordo final é bastante difícil.

Ele avalia que, eventualmente, Donald Trump possa jogar alguma cortina de fumaça, mas a tendência é que a questão da economia mundial piore diante dessa situação, bem como a negociação em si.

Ainda há a expectativa de que os chineses possam rolar essas negociações até as eleições de 2020, quando os Estados Unidos irão votar novamente para presidente.

Confira a entrevista completa no vídeo acima

Por:
Carla Mendes e Izadora Pimenta | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário