Antecipação do término do vazio sanitário em Goiás não deve beneficiar produtores de Jataí

Publicado em 12/09/2019 11:06
1223 exibições
Mudança do dia 1 de outubro para 25 de setembro não vai ter impacto na região, uma vez que condições climáticas só devem propiciar semeadura a partir de 10 de outubro. Produtores esperam atingir produtividade na casa das 60 sacas por hectare, dentro da média histórica.
Vitor Geraldo Gaiardo - Presidente do Sindicato Rural de Jataí - GO

Podcast

Entrevista com Vitor Geraldo Gaiardo - Presidente do Sindicato Rural de Jataí - GO sobre os Preparativos para o plantio da soja

Download

LOGO nalogo

O término do vazio sanitário em Goiás foi antecipado do dia 1 de outubro para 25 de setembro. Apesar disso, os produtores da região de Jataí não devem se aproveitar dessa mudança, uma vez que as condições climáticas ainda não permitem o plantio da próxima safra de soja 2019/20.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Jataí/GO, Vitor Geraldo Gaiardo, a volta das chuvas deve permitir a semeadura apenas a partir do dia 10 de outubro. Sendo assim, os produtores neste momento realizam seus preparativos como aplicações de fertilizantes.

De acordo com Gaiardo, a expectativa para esta próxima safra é atingir uma produtividade dentro das médias históricas de 60 sacas por hectare e os produtores aproveitam as boas oportunidades de negócios para travar uma parte da produção com preços entre 68 e 75 reais.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Jataí/GO no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário