Plantio da soja está paralisado em Paracatu/MG e produtores se preocupam com possibilidade maior de ferrugem

Publicado em 13/11/2019 11:25 e atualizado em 14/11/2019 10:00
648 exibições
Semeadura tardia pode elevar as chances de doenças fúngicas no fina do ciclo, já que o mês de março costuma ser bastante chuvoso na região
João Alves da Fonseca - Produtor Rural de Paracatu - MG

Podcast

Plantio da soja está paralisado em Paracatu/MG e produtores se preocupam com possibilidade maior de ferrugem

Download

LOGO nalogo

Acompanhe as últimas informações do Realidades da Safra 

O plantio da safra de soja 2019/20 está paralisado em Paracatu em Minas Gerais. Até o momento, os produtores semearam apenas 25% do total esperado, um grande atraso com relação à safra passada, que já tinha 80% neste mesmo período.

Segundo o produtor rural João Alves da Fonseca, o atraso se dá pela irregularidade das chuvas, mas a expectativa é voltar a plantar após as chuvas previstas para este final de semana e ainda conseguir uma boa produção.

A preocupação fica para a possibilidade maior das lavouras registrarem doenças fungicas no final do ciclo, como a Ferrugem Asiática, uma vez que o mês de março costuma ser bastante chuvoso na região.

Diante dessa dificuldade de plantio, Fonseca destaca que o foco do produtor está em conseguir implementar as lavouras e que o mercado e as negociações são deixados em segundo plano no momento. Apesar disso, as oportunidades de vendas por volta dos R$ 76,00 garantem uma boa remuneração.

Confira a entrevista completa com o produtor rural de Paracatu/MG no vídeo.

Para simular o melhor momento para o plantio da sua safra, acesse o site do CROPVIEW

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário