China promete retirar tarifação de soja e suíno dos EUA e anima mercado em Chicago. Semana encerra positiva para o grão

Publicado em 06/12/2019 17:32 e atualizado em 06/12/2019 18:33
2729 exibições
Apesar da alta em Chicago, preços da soja no Brasil perdem força com recuo forte do dólar
Fernando Pimentel - Agrosecurity Consultoria

Podcast

Entrevista com Fernando Pimentel - Agrosecurity Consultoria sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

A semana foi positiva para os preços da soja na Bolsa de Chicago e termina com quatro sessões consecutivas de avanço para os futuros da oleaginosa. As altas acumuladas em relação à última sexta-feira (29) passam de 1% nos principais contratos e ajudaram a manter bons indicativos no mercado brasileiro, uma vez que o dólar voltou aos R$ 4,15. 

Durante toda a semana, o mercado recebeu várias notícias sobre as relações comerciais entre China e Estados Unidos e finalizou-a com a informação de que a nação asiática irá irá suspender as tarifas sobre algumas cargas de soja e carne suína dos EUA, buscando avançar com as negociações para um acordo comercial e também diante de uma necessidade maior do que a oferta brasileira pode atender neste momento. 

Leia mais:

>> China vai abrir mão de tarifas sobre alguns embarques de soja e carne suína dos EUA

>> Soja em Chicago sobe mais de 1% na semana e ajuda na manutenção de preços e negócios no Brasil

Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário