HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Colheita da soja avança em Nova Ubiratã/MT com lavouras de pivô perdendo até 15% de produtividade

Publicado em 18/01/2021 10:51 e atualizado em 18/01/2021 12:10 2653 exibições
Albino Castilho Ruiz - Presidente do Sindicato Rural de Nova Ubiratã/MT
Perdas também são esperadas nas áreas de sequeiro após atrasos na semeadura, falta de chuvas e replantios. Expectativa é que 70% da segunda safra de milho fique dentro da janela ideal de cultivo e o restante seja plantado mesmo que fora do melhor período

Podcast

Colheita da soja avança em Nova Ubiratã/MT com lavouras de pivô perdendo até 15% de produtividade

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja está avançando em Nova Ubiratã no Mato Grosso, mas os resultados até o momento não são satisfatórios aos produtores. As lavouras de pivô, que já foram todas colhidas, apresentaram queda de produtividade entre 12 e 15% com relação a safra passada.

O presidente do Sindicato Rural de Nova Ubiratã/MT, Albino Castilho Ruiz, explica que faltou chuva no plantio e houve muita dificuldade para o desenvolvimento das lavouras, que registraram população baixa de plantas.

Pensando na segunda safra, a liderança aponta que 70% das lavouras de milho vão ficar dentro da janela ideal de cultivo e os 30% restantes serão semeados mesmo que fora da janela, uma vez que as sementes e insumos já estavam comprados e vão precisar de chuvas a mais ao final do ciclo para ter boa produtividade.

Neste cenário de incertezas, a recomendação de Ruiz é que o produtor não busque novas negociações e aguarde a confirmação do quanto irá produzir antes de comercializar os volumes restantes, já que boa parte desta safra já foi vendida antecipadamente e pode haver risco de não cumprimento de contratos caso as perdas sejam grandes.

Confira a entrevista completa com presidente do Sindicato Rural de Nova Ubiratã/MT no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário