Falhas no tratamento, tombo errado e colheita antes do prazo tiram produtividade da cana e mascaram busca por novas variedades

Publicado em 10/12/2018 10:54
Paulo Roberto Artioli - Diretor Agrícola da Tecnocana
Manejo integrado de defensivos, o tratamento, não é feito como se deveria e como se faz na soja, p.ex., com várias aplicações por safra. E cana de 18 meses endo cortada com 14. Somados ao gargalo do pisoteio no campo depois do fim da queima, que tiram da produtividade da cana e criam "ansiedade" por novos materiais, às vezes sem necessidade. Produtor perdeu 12% da safra.

Podcast

Entrevista com Paulo Roberto Artioli - Diretor Agrícola da Tecnocana

Download

 

Por:
Giovanni Lorenzon
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário