Marcelo De Baco: O mercado de energia e proteínas vai manter os preços do trigo em alta

Publicado em 13/01/2021 16:21 e atualizado em 13/01/2021 17:25 82 exibições
Tempo & Dinheiro - Com João Batista Olivi

Estimativa de safra de trigo da Argentina sobe para 17 mi t, diz bolsa

LOGO REUTERS

BUENOS AIRES (Reuters) - A safra de trigo 2020/21 da Argentina deverá atingir 17 milhões de toneladas, ante estimativa anterior de 16,8 milhões de toneladas, devido a rendimentos superiores aos previstos em momento em que a colheita do cereal se aproxima do fim, disse nesta quinta-feira a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BdeC).

A Argentina é uma importante exportadora global de trigo e, embora o cultivo tenha sido afetado por uma forte seca durante a fase de desenvolvimento, no inverno do Hemisfério Sul, a área agrícola obteve condições climáticas favoráveis na atual etapa.

"No final do ciclo do cereal, os rendimentos médios obtidos a sul da área agrícola nacional ficaram entre 0,5 e 1 tonelada por hectare, acima do revelado em informativo anterior", disse a BdeC em seu relatório semanal de cultivos.

O sul da província de Buenos Aires e da província de La Pampa representam juntos 20% dos 6,5 milhões de hectares plantados com trigo na Argentina, disse a bolsa, que acrescentou que a colheita do cereal atingiu 98,4% da área esperada.

Em relação à soja, cujo plantio chegou a 93,5% dos 17,2 milhões de hectares previstos para a oleaginosa, a bolsa disse que na região agrícola do núcleo do país as plantas ingressaram em etapas importantes de desenvolvimento em meio a reservas hídricas limitadas.

Já o plantio de milho avançou a 85,3% dos 6,3 milhões de hectares estimados, segundo o relatório da BdeC.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário