Publicidade

Mercado de açúcar: BOM DEMAIS PRA SER VERDADE

Publicado em 14/10/2012 17:37 e atualizado em 15/10/2012 08:10 673 exibições
por Arnaldo Luis Correa

BOM DEMAIS PRA SER VERDADE

NY bem que tentou mostrar força, mas acabou perdendo em dois dias tudo que havia ganhado nas últimas duas semanas. Março fechou cotado a 20,05 centavos de dólar por libra-peso, uma queda de 149 pontos na semana, ou quase 33 dólar por tonelada. Um banho de água gelada nos altistas que estavam sonhando com mercado buscando o território dos 23 centavos de dólar por libra-peso. Ao contrário, o mercado começou seu derretimento em precisos 6 minutos na sessão de quarta-feira que depois ganhou reflexos nos dois pregões seguintes. Inacreditável.

Parece que os fundos, que elevaram o mercado para novos patamares, foram os responsáveis pela subida do mercado quando entraram para se cobrir de posições vendidas à descoberto. Esses mesmos fundos derrubaram o mercado nesses últimos dias vendendo o que estavam comprados para zerar suas exposições. Com isso, devolveram tudo que haviam tomado nas últimas semanas. A boa notícia é que a bolsa reduziu a margem inicial de US$ 1.540 por contrato para US$ 1.045, ou seja, os fundos têm mais fôlego para suportar suas posições perdedoras.

Quando o desespero toma conta dos fundos pouco importam os fundamentos. Nem o fato de as chuvas terem voltado nas regiões produtoras de açúcar segurou o mercado e parece-nos que o mercado retornou ao intervalo de preços de 19.50-22.00 que estava antes do derretimento da última semana.

Os demais meses de vencimento também fecharam no negativo com variações entre 93 e 148 pontos, ou seja, queda acentuada entre 20 e 32 dólar por tonelada. Desde o inicio do ano o açúcar já perdeu 1/7 do se valor. O março 2013 negociava a 23,36 centavos de dólar por libra-peso em 31 de dezembro do ano passado. Comparando com o fechamento de sexta-feira, a desvalorização acumulada no ano chega a 14,2%.

A demanda no mercado físico continua fraca. Não apenas no Brasil, mas também na Índia. Aliás, na semana passada dissemos que as usinas na Índia depois de dois anos importaram 450.000 toneladas. Erramos: deveríamos ter dito “as refinarias”. Agradecemos aos atentos leitores.

Há 5-6 semanas chamamos atenção para o fato de que tanto o março, quanto o maio e julho de 2013 estavam cotados exatamente no mesmo preço. Comentamos que achávamos uma excelente oportunidade para se comprar os spreads, pois entendíamos que seria muito difícil que o março e maio ficassem no mesmo nível sabendo-se que um reflete a entressafra e o outro a entrada da safra no Centro Sul. Muito bem, de lá para cá o março negocia a 7 pontos de prêmio em relação ao maio e este também a 7 pontos de prêmio sobre o julho. Se você tivesse 10.000 toneladas em cada posição, hoje teria ganho mais de US$ 30,000.

Publicidade

A sétima estimativa da Archer Consulting elaborada para a safra 2012/2013 do Centro-Sul aponta uma produção de cana de 512 milhões de toneladas, 1% acima da estimativa de agosto, considerando uma produção de 31,649 milhões de toneladas de açúcar (aumento de 250 mil toneladas) e 20,163 bilhões de litros de etanol (aumento de 147 milhões de litros).

O segundo levantamento da Archer Consulting para apuração do volume de fixação das usinas para as vendas de açúcar para exportação da safra 2013/2014 mostra um total entre 4,1 e 5,2 milhões de toneladas ao preço médio de 20,10 centavos de dólar por libra-peso. 

O hidratado negociado a R$ 1,2342 por litro equivale ao açúcar em NY a 17,22 centavos de dólar por libra-peso sem prêmio de polarização. Ou seja, o hidratado que faz sangrar o fluxo de caixa da usina é negociado equivalente a um desconto de 260 pontos contra NY açúcar. 

A Universidade de Chicago foi escolhida pela revista The Economist como a melhor escola de MBA do mundo. Detalhe: a média dos alunos que cursa o MBA é de 27 anos com 5 de experiência e salário médio inicial equivalente a R$ 16.500 mensais.

Para quem acredita: entre as 1.000 pessoas mais ricas da China, 12,5% são do signo do coelho segundo a astrologia chinesa, que é o signo das pessoas mais afortunadas. São aquelas nascidas nos anos de 1939, 1951, 1963, 1975, 1987 e 1999.

Na próxima semana o mundo açucareiro se encontra em Londres para mais um jantar do açúcar que ocorre a cada dois anos naquela cidade. Estarei lá e espero conseguir mandar esse relatório no final de semana.

Bons negócios para todos e boa viagem para aqueles que se dirigem à Londres

Arnaldo Luiz Corrêa

Fonte:
Archer Consulting

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário