BOI GORDO: Escalas mais avançadas e pressão de volta ao mercado

Publicado em 18/04/2012 16:41 847 exibições
Gustavo Adolpho Maranhão Aguiar
zootecnista
Scot Consultoria

Escalas mais avançadas e pressão de volta ao mercado do boi gordo.

Em São Paulo, a programação média atende entre quatro e cinco dias úteis, com as indústrias escalando animais para meados da semana que vem.

Os preços recuaram em São Paulo, com referência em R$96,00/@, à vista.

Existe volume representativo de ofertas de compras abaixo deste patamar pelos frigoríficos, mas boa parte mais testa o mercado do que realmente fecha negociações.

Os preços também recuaram em Minas Gerais e Goiás, como reflexo da melhor disponibilidade de animais terminados.

A venda de fêmeas para abate ainda é grande, mas está mais equilibrada com a de machos, que estão mais ofertados em relação à média do primeiro trimestre.

Em algumas regiões o mercado está firme, com menor oferta em razão de situação climática adversa, como Norte de Minas e no Oeste da Bahia.

As referências para o atacado de carne bovina com osso estão estáveis. Apesar disso, a tendência é de ligeira queda.

Há desafios quanto ao escoamento do produto, considerando o nível dos estoques, ao mesmo tempo em que as proteínas alternativas concorrem fortemente.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário