BOI GORDO: Disponibilidade de gado para abate favorece pressão baixista

Publicado em 25/07/2012 17:09 892 exibições
Gustavo Adolpho Maranhão Aguiar
zootecnista
Scot Consultoria


A pressão de baixa não se desfaz e as ofertas de compra a valores mais baixos ocorrem com frequência na grande maioria das praças pecuárias pesquisadas.

A junção da oferta de animais de pasto e confinados confere boa disponibilidade de gado para abate e favorece a pressão baixista.

Em São Paulo a referência à vista recuou R$0,50/@, e está em R$90,50/@. O preço a prazo é de R$92,00/@.

No estado, as escalas atendem, em média, de cinco a seis dias úteis. 

O preço do boi gordo em nada se beneficiou do período típico de entressafra e o recuo da referência à vista desde o início do ano já chega a 8,6%.

As compras em estados vizinhos, como Goiás, ocorrem com frequência e colaboram para a frouxidão de preços em São Paulo.

No mercado atacadista de carne com osso os preços estão estáveis. Os estoques dos frigoríficos estão relativamente abastecidos.

O boi casado de animais castrados está cotado em R$5,92/kg, o que gera uma receita de R$88,80 por arroba de carcaça vendida pela indústria.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário