Boi Gordo: Poucos negócios; disponibilidade de boiadas está baixa

Publicado em 11/03/2015 17:00 e atualizado em 11/03/2015 18:12
321 exibições

Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria


Mercado parado. Poucos negócios, escalas curtas e estabilidade na maioria das praças pecuárias. 

Não há espaço para alteração nos preços. A oferta está curta. Em São Paulo as indústrias trabalham com escalas de abate de dois a três dias úteis. 

Não há como aumentar o volume de compra. A disponibilidade de boiadas está pequena e as indústrias estão sem espaço para pagamentos maiores, já que qualquer repasse de alta para carne reduziria ainda mais as vendas. 

O índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), desenvolvido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (FNC), atingiu em fevereiro de 2015 o menor valor da série histórica. 

O índice traduz a visão da população com relação à economia do país.

Diante disso, a demanda segue limitando as possibilidades de novas altas para o boi gordo. As margens da indústria estão historicamente ruins.

No mercado atacadista de carne bovina, preços estáveis.

Clique AQUI e confira as cotações do boi

Fonte: Scot Consultoria

0 comentário