Boi Gordo: Mercado segue pressionado; em SP a cotação caiu 1,0% em maio

Publicado em 29/05/2015 17:00 e atualizado em 29/05/2015 18:06
259 exibições
Maisa Módolo
Engenheira agrônoma
Scot Consultoria

Os frigoríficos vêm reduzindo os abates nas últimas semanas, cenário que ocorre não só pela oferta reduzida de animais, mas pelo fraco escoamento da produção. 

Como estratégia para controle dos estoques, as indústrias reduzem o ritmo dos abates. 

Ainda assim, isso não tem sido suficiente para segurar os preços da carne, que tiveram queda no atacado esta semana, tanto para a carne com osso, como para a desossada. 

Este movimento gera uma pressão baixista no mercado do boi gordo. 

Frequentemente os frigoríficos reduzem as ofertas de compra na tentativa de adquirir animais a preços menores. No entanto, as negociações travam nestes valores.

Em maio, a arroba do boi gordo caiu 1,0% em São Paulo, enquanto a carcaça de bovinos castrados teve desvalorização de 6,4%, ou seja, as margens reduziram.

Clique AQUI e confira as cotações do boi
Fonte: Scot Consultoria

1 comentário

  • Adriano veloso rio das ostras - RJ

    O esperado pela época do ano!!

    0
    • Dalzir Vitoria Uberlândia - MG

      Esperado para o período do mes....não há mais safra de bois...a maioria dele está indo a confinamento com idade cada vez menor..por isto não há bezerros....os bois de pasto estão nas praias do Rio...no Tietê....já viraram matéria orgânica a muito tempo...

      0