Scot Consultoria: Mercado do boi gordo vagaroso

Publicado em 08/05/2020 16:57 236 exibições

Lucas Souza
engenheiro agrônomo
Scot Consultoria

Consumo de carne calmo

A expectativa de aumento no consumo de carne bovina por causa do Dia das Mães não está acontecendo.


Em função desse quadro, compradores fecharam poucos negócios ou não abriram compras nesta sexta-feira.

Oferta restrita em parte da região Norte

Apesar da falta de chuva já ter dado sinal na maioria das regiões de pecuária monitoradas pela Scot Consultoria, há regiões cujo índice pluviométrico está satisfatório, é o caso de boa parte do Norte do país.

Em Paragominas-PA, o pecuarista com capacidade de suporte do gado nas pastagens tem segurado a boiada, e a oferta está restrita, com as escalas girando entre 2 a 4 dias. 

No Norte do Tocantins, a cotação do boi gordo está em R$185,00/@, à vista, valor bruto, R$184,50/@, à vista, com o desconto do Senar e em R$174,50/@, livre de impostos (Senar + Funrural). Alta de 1,1% na comparação feita dia a dia, ou R$2,00/@.

O outro lado da moeda

Em abril, o Brasil exportou 116,30 mil toneladas de carne in natura com faturamento de US$509,13 milhões (Secex). Alta de 8,06% no volume embarcado na comparação ano a ano.

Considerando a cotação média do dólar em abril em R$5,33, a carne brasileira foi embarcada por R$23,31/kg. O faturamento em dólares, foi 15,8% maior em relação ao mesmo período do ano passado.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário