Mercado doméstico do boi gordo está lento, por Scot Consultoria

Publicado em 12/05/2020 17:09 241 exibições

Thayná Drugowick

zootecnista

Scot Consultoria

 

O mercado doméstico está lento e o prolongamento do isolamento social, associado à aproximação da segunda quinzena do mês, colabora para que esse cenário se mantenha.

 

No entanto, o bom desempenho da exportação (veja abaixo), contribui para a manutenção da cotação firme, apesar do consumo no mercado interno deixando a desejar.

Foram poucas as variações de preço no fechamento desta terça-feira (12/5 - 11:23).

Exportações aquecidas

O Brasil exportou 53,50 mil toneladas de carne bovina in natura nos primeiros cinco dias úteis de maio, com uma receita de US$235,21 milhões (Secex).

A média diária ficou em 10,7 mil toneladas, o que representa alta de 84,1% frente ao mês anterior, e avanço de 89,3% comparado com igual período de 2019.

Expectativa

É esperado um aumento gradativo da disponibilidade de boiadas para abate com o final de safra. Com isso, a tendência é de mercado mais frouxo.

Vale ressaltar que 2020 é de retenção de fêmeas, com um final de safra menos pressionado.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário