Boi Gordo, por Scot Consultoria: Escalas enxutas

Publicado em 14/07/2020 16:56 570 exibições

Lucas Souza

engenheiro agrônomo

Scot Consultoria

Nas praças paulistas

Sem alongar as escalas de abate, que atendem em média três dias, a cotação do boi gordopermaneceu firme em R$218,00/@, bruto e à vista, R$217,50/@, livre de Senar, e em R$214,50/@, descontado o Senar e o Funrural.

A escassez de boiada refletiu em alta na cotação da vaca gorda e novilha gorda, que estão cotadas em R$200,00/@ e R$210,00/@, respectivamente, bruto e à vista. Alta de R$2,00/@ frente ao fechamento de ontem (13/7).

Dourados-MS

A arroba do boi gordo ganhou força nessa manhã na região de Dourados-MS.

A cotação subiu R$3,00/@ na comparação feita dia a dia, e o boi gordo está cotado em R$209,00/@, bruto e a prazo, R$208,50/@, descontado o Senar, e em R$206,00/@, livre de impostos (Senar e Funrural), ambos a prazo.

Exportação

A exportaçãode carne bovina in naturasegue positiva. Até a segunda semana de julho, a média diária embarcada foi de 6,6 mil toneladas, o que representou incremento de 14% frente ao mesmo período do ano passado. O faturamento foi 16,9% maior nessa comparação, e ficou em US$26,97 milhões por dia.

A demanda externa está aquecida e contribui para o quadro de preços firmes.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário