Mercado do boi segue calmo e firme, diz Scot Consultoria

Publicado em 13/08/2020 17:06 201 exibições

Lucas Souza

engenheiro agrônomo

Scot Consultoria

São Paulo


O aumento nas escalas de abate, que atendem em torno de cinco dias úteis, associado à estratégia de compras compassadas, determinaram um ritmo morno no mercado hoje (13/8).

No entanto, as cotações estão firmes e a escassez da oferta de gado gordo não abriu espaço para testes de preços menores.

O boi gordo está cotado em R$226,00/@, bruto, R$225,50/@, livre de Senar, e em R$222,50/@, descontados os impostos (Senar e Funrural), considerando os preços à vista.

Para os bovinos jovens, que atendem ao mercado chinês, a cotação está em R$230,00/@ para o macho, e em R$220,00/@ para as novilhas, ambos preços brutos e à vista.

Tocantins

A baixa oferta de boiadas e as escalas oscilando em média entre um e dois dias úteis, fizeram os preços subirem. A cotação da arroba do boi gordo subiu R$1,00 nas duas regiões monitoradas no estado pela Scot Consultoria, na comparação dia a dia.

Na região Sul, o boi gordo está cotado em R$220,00/@, bruto e a prazo, R$219,50/@, descontando o Senar, e em R$216,50/@, livre de impostos (Senar e Funrural), para pagamentos com 30 dias.

No Norte, o preço do boi gordo está em R$225,00/@, bruto, R$224,50/@, sem o Senar, e em R$221,50/@, descontados os impostos (Senar e Funrural), condições a prazo.

Oferta de boiadas

O volume de boiadas oriundas de confinamento está um pouco maior, o que melhorou a disponibilidade de gado gordo em algumas regiões de pecuária. Mesmo assim, a oferta não está abundante e continua como um dos principais vetores para os preços firmes no mercado do boi gordo, com a ajuda das exportações.

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário