Atenção ao diferencial de base, por Scot Consultoria

Publicado em 14/08/2020 17:00 227 exibições

Felipe Fabbri

zootecnista

Scot ConsultoriaSão Paulo

Semana tranquila no estado. A melhor oferta de bovinos confinados favoreceu as escalas de abate dos frigoríficos e a estratégia de compra compassada durante a semana.
 

O boi gordo está cotado em R$226,00/@, bruto, R$225,50/@, livre de Senar, e em R$222,50/@, descontados os impostos (Senar e Funrural), considerando os preços à vista.

Para os bovinos jovens, que atendem ao mercado chinês, a cotação está em R$230,00/@ para o macho, e em R$220,00/@ para as novilhas, ambos preços brutos e à vista.

 RO Sudeste

A pouca oferta de boiadase as escalas curtas, que atendem, mais ou menos três dias, fizeram os compradores aumentarem R$2,00/@ em todas as categorias.

O boi gordo está cotado em R$208,00/@, bruto e a prazo, R$207,50/@, descontando o Senar, e em R$205,00/@, livre de impostos (Senar e Funrural), para pagamentos com 30 dias, alta diária de 0,99%.
 

Próxima semana

Segundo levantamento da Scot Consultoria o diferencial de base entre São Paulo e outras regiões se estreitou em algumas praças ou até deixou de existir.

A menor oferta de animais confinados nas regiões tem ditado o rumo das cotações nestes estados e é o principal responsável pelo cenário.

Para a próxima semana a expectativa é de preços firmes. A atenção deve sercom a oferta de gado confinado.
 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário